terça-feira, 8 de outubro de 2013

Olhe para o seu próprio umbigo antes de falar dos outros!

Vira e mexe vemos reportagens e  textos falando dos erros de certos  profissionais, em geral daqueles que prejudicaram  algumas pessoas ou o país de modo geral: médicos relapsos, advogados desonestos, engenheiros irresponsáveis, empresários inescrupulosos,  delegados de polícia corruptos, políticos safados, etc. etc. etc.

Mas e  quanto a nós? Os anônimos como você e eu que nos sentimos no direito de reclamarmos e esbravejarmos nas redes sociais toda nossa  indignação com a incompetência e desonestidade alheia? Será que somos todos exemplos de fidelidade ao juramento que fizemos em nossas  formaturas ou ao compromisso profissional que assumimos? 



Pare e pense se não é verdade que muitos de nós somos  uns "caras de pau" quando reclamamos dos outros!

Se somos  vendedores em uma loja qualquer, será que atendemos nossos clientes com toda presteza e simpatia e somos sempre honestos quanto ao produto que vendemos? Ah, e será que jamais empurrando algum "abacaxi" para os clientes de olho na comissão? E se somos  diaristas em casa de família, será que  usamos as horas de trabalho para fazer o que foi combinado ou enrolamos o serviço quando a patroa se ausenta? Somos enfermeiros? Se somos, será que cuidamos do paciente como se fosse um membro de nossa  família ou o tratamos com frieza e pouco caso?  E como  professores então, damos todos os dias o melhor de nós e de nosso conhecimento para que os alunos aprendam  ou  lhes damos uma aula do tipo  "embromation"?   Será que corrigimos suas  provas e trabalhos com a justiça e a atenção necessárias?  Se somos almoxarifes em uma empresa, acaso escondemos na prateleira uma peça que quebramos,  ou a entregamos ao chefe assumindo a responsabilidade pelo ocorrido? E se   mecânicos de automóveis ou de geladeiras, trocamos somente as peças que realmente precisam ser trocadas  cobrando apenas pelo serviço que realmente executamos?  E também nunca fazemos uma "gambiarra" certo?

Bancários, servidores públicos, taxistas, garis, secretárias, feirantes, eletricistas, jardineiros, cozinheiros, fotógrafos, garçons...  Em todas as áreas existem maus profissionais, e com certeza você e eu já fomos servidos e atendidos por muitos deles! Claro que depois nos queixamos, metemos a boca até morrer e contamos  aos quatro ventos o drama da incompetência e da desonestidade que nos atingiu! 

Mas...mas antes de reclamar dos outros profissionais, daqueles graudões  que prejudicam muita gente com sua esperteza e incompetência,  devemos é  "olhar  para o nosso próprio umbigo",  o que neste caso é fazermos uma auto-análise sobre se também nós exercemos nossa profissão, seja ela qual for,  dentro dos melhores padrões de moralidade e competência.

"Aquele que não tiver nenhum pecado que atire a primeira pedra", disse Jesus! Não quero dizer com isso que não devamos nos conscientizar dos erros alheios e nem deixar de  fazer algo para que eles deixem de existir, mas antes disso temos sim é que  corrigir a nós mesmos quanto às nossas falhas  em nossas atividades profissionais, e aí sim, estaremos dando uma  boa contribuição para que nosso país seja realmente um país melhor!


Nenhum comentário:

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

Related Posts with Thumbnails