terça-feira, 2 de julho de 2013

O APITO DO TREM




O TESTEMUNHO DE UM ALEMÃO "CRISTÃO" QUE VIVEU NA ERA NAZISTA, É PERTURBADOR:

" `Eu vivi na Alemanha durante o holocausto. Eu me considero cristão. Ouvíamos histórias sobre o que estava acontecendo com o judeus, mas tentávamos nos manter à parte. Afinal, o que alguém poderia fazer para parar aquilo?
Uma linha ferroviária passava atrás de nossa pequena igreja. Todos os sábados pela manhã podíamos ouvir ao longe o apito do trem e a seguir o barulho das rodas sobre os trilhos. Ficávamos transtornados quando ouvíamos os gritos que vinham dos trens quando estes passavam próximo à nossa igreja. Percebíamos que naqueles vagões, Judeus estavam sendo carregados como gado.

Semana após semana ouvíamos o apito do trem. Tínhamos pavor de ouvir o som das rodas, porque sabíamos que ouviríamos o som dos gritos dos judeus rumo aos campos de extermínio - gritos que nos atormentavam.
Sabíamos a hora em que o trem viria e quando ouvíamos o zumbido, começávamos a cantar hinos. No momento em que o trem passava atrás da igreja, já estávamos cantando com toda a força. Se ouvíssemos os gritos, cantávamos mais alto para não escutá-los.

Os anos se passaram e ninguém mais falou sobre isso, Porém, ainda ouço o apito daquele trem em meus sonhos. Deus me perdoe, perdoe a todos nós que nos dizíamos cristãos e não fizemos nada para impedir´


Essa história, que explicita a fraqueza da igreja na Alemanha, também fala sobre nós:   
Será que ouvimos nos "trens"  os gritos dos  fetos nas clinicas de aborto,  das crianças maltratadas do outro lado da rua ou das minorias  excluídas que são diariamente discriminados em toda a sua existência? Ou será que o barulho dos nossos cultos movimentados abafa esses gritos?"
Trecho do livro A CRUZ DE HITLER de Erwin Lutzer pg 124/125

Pensemos: você e eu temos cantando bem alto para não ouvir os gritos dos que sofrem ao nosso redor? Se sim, paremos de cantar tão alto e vamos nos envolver para aliviar o sofrimento do mundo, amando o sofredor a tal ponto que sua história de dor e sofrimento seja substituída por alívio, consolo emocional, necessidades materiais supridas, afeto, atenção, orientação objetiva. 

O "trem"  está passando e temos que fazer alguma coisa!  

Nenhum comentário:

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

Related Posts with Thumbnails