sexta-feira, 19 de julho de 2013

DEFICIENTE, MAS DA CUCA!

Hoje à tarde fui ao supermercado e estacionei meu carro em uma vaga normal depois de esperar alguns minutos por ela.

Quando me dirigia à porta principal da loja vi um carrão poderoso estacionando na vaga para DEFICIENTES. A   motorista, uma senhora muito bem arrumada, deu uma olhada para a placa enorme à sua frente, mexeu em alguma coisa, talvez na bolsa, quem sabe pensando se deixava ou não o carro ali, e pensei até que talvez ela fosse  portadora de alguma deficiência física, mas estava enganda. A madame abriu a porta e saiu do carro normalmente dirigindo-se à porta traseira para pegar sua filha da cadeirinha e colocá-la no assento de crianças do carrinho do supermercado. 

Eu fiquei enrolando um pouco mais adiante,  esperando para ver a cara de pau da dita cuja. Deoois de  fechar a porta  virou-se pronta para ir às compras. Então me aproximei com um sorriso,  apontei delicadamente para a placa e disse com toda educação do universo: 

- Acho que você estacionou aqui por engano. A vaga é para deficientes.
- Ah, mas estou com minha filhaaa! disse com aquela cara de cachorro sem dono, como que pedindo compreensão para tão grande tribulação - estar com a filha de uns 3 anos ou mais. 


- Sim, mas você não é deficiente...


- Ah, e você não tem nada com isso!  disse nervosinha, e continuou seu caminho rumo ao supermercado.

Entrei, disfarcei um pouco e voltei ao estacionamento com o celular na mão pronta para tirar uma foto da placa e depois postar na internet! Mas logo ela chegou, com um único litro de leite na mão (acho que nunca antes havia comprado allgo tão rapido!)


- E-eu só vim com-comprar  UM litro de leite para minha filha, e nã-não estou passando bem... 


- Sim, mas você continua não sendo deficiente - disse eu - E que bom que você já vai tirar teu carro dali pois eu ia mesmo tirar uma foto da placa e postar na internet.


- VOCÊ NÃO TEM PODER PARA ISSO! - disse a madame alterada  e já curada daquele mal estar súbito que há havia acometido há pouco. 


Olhei-a nos olhos, bem tranquila e respondi  com uma voz bem firme:


- Tenho sim!!

Ela logo entrou no carro e VUPT! Saiu rapidinho! Acho que nem deu tempo de prender a menina na cadeirinha!

E quem vê pensa  mesmo que ela parou seu carro no supermercado e pegou um carrinho enorme só para comprar UM ÚNICO litro de leite, sendo que há várias padarias na região e com estacionamento próprio inclusive!

Ficam então duas observações:

1) Hoje mais do que nunca, não convém mesmo estacionar nas vagas reservadas pois além de ser um ato extremamente egoísta, tooodo mundo tem um celular com câmera à mão e conta no facebook!

2) Intervir no que acontece ao nosso redor é algo que todo cidadão poderia praticar sempre que preciso, não acha?

P.S.: Aposto que da próxima vez que a tal madame for deixar seu carrão em algum estacionamento não vai se importar de esperar alguns minutinhos por uma vaga normal.

Nenhum comentário:

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

Related Posts with Thumbnails