sábado, 1 de junho de 2013

AULINHA PARA "CRENTE"


SERIA PEDRO A "PEDRA ANGULAR"?

Ilustrei este post com um esquema entitulado: "Aulinha para Crente"  retirado   de um  site católico  que afirma ser Pedro o fundamento, a rocha sobre a qual a Igreja  está fundamentada.

Vi no esquema uma forma não bíblica para justificar o fato do papa ser considerado pela Igreja Católica o herdeiro espiritual de Pedro e portanto o líder máximo da Igreja no mundo, o que o coloca inclusive acima da autoridade das Sagradas Escrituras.






Vejo duas razões pelas quais o esquema acima não confere com o que a Bíblia afirma:

1) Coloca Pedro como a "pedra principal", a que sustenta o "edifício espiritual" chamado Igreja e sobre a qual Cristo se apoia!
2) Contém duas "pedras angulares":  A que está em azul (Pedro) e a que está em vermelho (Cristo).

Explico: 

1) No livro de Isaías, escrito há aproximadamente setecentos anos antes do nascimento de Jesus, está escrito: "Portanto, assim diz o SENHOR Deus: Eis que ponho em Sião uma pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer de modo algum será envergonhado." Is 28:1.6
Não está claro que a pedra angular citada pelo profeta Isaías seria Jesus Cristo? Ou será que ele se referia a Pedro?

Na carta que o próprio Pedro escreveu aos fugitivos das perseguições em Jerusalém, ele mesmo repete esse trecho de Isaías e acrescenta ainda: "Para vós outros, portanto os que credes, é a preciosidade; mas, para os descrentes, a pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular e pedra de tropeço e rocha de ofensa." I Pe 2:7-8
Não está claro aqui que a pedra que os construtores (os judeus) rejeitaram é Jesus Cristo? Não foi isso o que realmente aconteceu segundo narram a Bíblia e a história? Ou será que Pedro estaria se referindo a ele mesmo, em um sinal de evidente vaidade e arrogância, dizendo aos leitores de sua carta que deveriam crer nele mesmo ao invés de dizer que cressem em Jesus?

Poderia contar aqui a história do cristianismo no mundo e dar as razões históricas pelas quais foi instituído o papado em Roma (que nada tiveram de religiosas e sim foram razões políticas e econômicas), porém nada seria mais convincente do que as próprias Escrituras. Há inúmeras passagens por toda a Bíblia que confirmam ser Cristo a Rocha, a Pedra Angular, o Fundamento do cristianismo. Quem a estuda  com dedicação e  com isenção de valores pessoais e de orgulho próprio pode conferir o que os cristãos não-católicos afirmam: Pedro não foi o chefe de igreja alguma e os papas não são seus herdeiros espirituais, ainda que possam tê-lo como exemplo de fé. 


2) A "engenharia civil" da época de Jesus empregava uma pedra angular como o fundamento principal de suas edificações e sobre ela eram colocadas as demais pedras  formando as paredes do edifício. Isso não impedia que outras pedras angulares similares pudessem ser colocadas umas sobre as outras, como mostra a foto ao lado, mas isso não faz da pedra superior um "outro fundamento"  já que unida por encaixes perfeitos à pedra de baixo, formam ambas uma única base sobre a qual outras pedras menores seriam colocadas. 

Só por esse fato já se percebe no tal esquema a  falta de conhecimento do que diz a Bíblia a respeito,  pois não faz sentido que hajam "dois fundamentos" diferentes não só em obras de engenharia, mas principalmente no Cristianismo. 


A Bíblia, que é a Palavra de Deus, afirma que a base da Igreja é  apenas JESUS e Ele é que é a PEDRA ANGULAR. Veja:   "Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo." (1 Coríntios 3:11). Como é que então poderia ser Pedro ou a Igreja Católica sob a liderança do papa, o fundamento da fé cristã acima do que diz a própria Bíblia?  Creio que hoje o apego a essa tradição não ocorre por má fé, mas sim por uma fidelidade ingênua  à tradição Católica, que e que exclui por essa razão maiores questionamentos. 

Sabemos que os papas  são homens falhos e pecadores como eu e você e não estão livres de erros e pecados. Essa é a razão opela qual os  não-católicos  não seguem a um líder passível de cometer falhas, ao menos não deveriam, procurando seguir apenas a Jesus Cristo, o único perfeito, o cordeiro sem mácula,  (sem pecado algum), o  que lhe dá toda autoridade para ser o modelo perfeito, o mestre dos mestres e o único fundamento da fé de todos os que professam o Cristianismo.

Os evangélicos reconhecem que Pedro foi um humilde e obediente servo de Cristo que anunciou com determinação e destemor as  Boas Novas de Cristo, mas não para que ele mesmo viesse a ser honrado e glorificado, mas para que Jesus o fosse, por todos os homens e por toda a eternidade.

Se não fosse Cristo, Pedro não teria sido "Pedro"  mas sem Pedro, Cristo continuaria sendo sempre CRISTO.

Disse Jesus: "Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rochaCaiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu,
porque tinha seus alicerces na rocha. "
Mateus 7:24-25

Nenhum comentário:

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

Related Posts with Thumbnails