domingo, 28 de abril de 2013

IMITAÇÃO, eis aí a questão!


Você se considera um cristão? Caso sua resposta seja sim, saiba que pode ser que não seja! Para ser um cristão de verdade, com direito à comunicação  com Deus, à Vida Eterna no céu  e tudo mais, temos que ser  Imitadores de Cristo. Mas imitar a Cristo não é para qualquer um, não! A gente não consegue imitar a Cristo assim, do nada. Há algumas coisas que precedem uma "imitação de Cristo": 

Primeiro é preciso  uma atitude de mudança interior que se segue a um profundo sentimento de tristeza causado em nós pelo arrependimento de uma vida inteira cometendo erros que desagradaram a Deus. Sem esse arrependimento genuíno, não há perdão pelos erros cometidos. E sem o perdão não há como se tornar "filho de Deus". Uma vez alcançada, pela bondade de Deus, uma nova "identidade"  em que o termo "criatura de Deus"  foi substituído pelo termo "filho de Deus",  somos também considerados, por Deus, como irmãos por adoção de Jesus, e aí então  nos tornamos  habilitados a imitá-Lo. 

Viu só como funciona a coisa? É só depois do arrependimento e do perdão divino que começa a mudança real na vida da gente.  Não falo exatamente de uma mudança no jeito de nos vestirmos, na troca das amizades, no nosso jeito de falar, mas de uma mudança nas nossas vontades,  nas atitudes que temos para com os outros, na  forma de encarar as coisas da vida. Sem perceber vamos  deixando  de lado os antigos hábitos que nos afastavam de Deus,  e pasme: Isso acontece alegremente! Sim, alegremente! Deixamos por vontade própria aquele desejo de praticar as coisas que desagradavam à Deus (coisas que Deus chama de pecados) . 

Só que essa mudança nem sempre acontece como num passe de mágica. Isso é um processo,  às vezes  lento e as vezes mais  rápido. Depende de cada um,  e a velocidade não conta na verdade,  o que conta  é irmos  progredindo e tornando-nos uma nova pessoa, a cada dia.   

Essa é que é a "conversão" de que os crentes tanto falam: quando a pessoa estava indo por um caminho, aí a "ficha cai" e a pessoa desiste daquele rumo e se volta para o outro caminho ->  JESUS.   "Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim." João 14:6  Foi o próprio Jesus que disse que Ele é que é o CAMINHO!

Os que apenas frequentam igrejas  cristãs, participam de rituais religiosos,  compartilham frases de pregadores e de  sacerdotes, mantém em casa certos objetos de culto,  etc. mas  continuam sendo aquela mesma pessoa de sempre,  repetindo os mesmos erros de sempre conscientemente, e não avançam na vida espiritual rumo à perfeição de Cristo, esses não são na verdade o que Deus diz  que precisam ser. Não se converteram a Cristo. Portanto não são cristãos conforme a acepção da palavra, e sim pessoas religiosas, com uma sincera muitas vezes, mas de quem não se pode dizer: "Ali vai um cristão de verdade", pois não são  pessoas que querem ser iguais a Cristo! Não são Imitadoras de Jesus! 
  

Nenhum comentário:

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

Related Posts with Thumbnails