segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Como está nossa "temperatura"?




Temperatura elevada? Baixa temperatura? No que a  temperatura do nosso corpo se parece e no que difere da  nossa vida de fé?

Estudos demonstram que quanto mais baixa a temperatura do nosso corpo mais vulneráveis às infecções por fungos nos tornamos e  apontam que o número de espécies de fungos que podem nos infectar diminui em 6% a cada  aumento de 1°C  na temperatura corpórea. Portanto, para evitar que sejamos  atacados por fungos nossa  temperatura deve ser igual ou acima dos 36.7°C 

Assim também é nossa vida espiritual. Se estamos abaixo do "nível mínimo" de intimidade com Deus nos tornamos vulneráveis aos ataques do "inimigo de nossas almas" = satanás. O "nível de segurança" espiritual  que evita os "ataques" deve ser mantido pela prática das disciplinas espirituais -  leitura da Bíblia, tempo de oração, meditar sobre a Palavra, frequentar os culto, participar das atividades da igreja, estudar a Bíblia, além de outras atividades - conversar com a família e  amigos sobre as coisas de Deus; frequentar locais que não ofereçam mau testemunho,  promover encontros e reuniões com amigos cristãos comprometidos,   ler bons livros cristãos,  fazer programas, assistir a filmes e ouvir músicas que edifiquem nossa vida espiritual - estes são bons exemplos de atividades que ajudam a manter em bom nível a "temperatura" da nossa vida com Deus. 

Um dos riscos que corremos ao não exercitarmos as disciplinas e atividades mínimas da fé é que nossa "temperatura" abaixará a ponto de perdermos a sensibilidade espiritual e não percebemos mais aquilo que é  de Deus e aquilo que não  é de Deus, tanto em nós mesmos quanto nos outros,  e pouco a pouco  vamos nos permitindo  pequenas concessões e aceitando os "fungos" nossos e os alheios que  invadirão nossa alma e antes de nos darmos conta ela  terá entrado em "colapso". 

Também é sabido que a temperatura do corpo não se mantém sempre a mesma ao longo do dia, oscilando entre 37,2° no final da tarde e 36° durante a madrugada.  Da mesma forma nossa "temperatura" espiritual também não é sempre igual. Pressões do trabalho, correrias do dia-a-dia, compromissos sociais ou momentos em que estamos  emocionalmente frágeis  podem dificultar a estabilidade da nossa vida espiritual. Porém, se estamos atentos,  detectaremos facilmente o momento de "baixa" e aí o segredo é reagir o mais rápido possível "alimentando" nosso espírito disciplinadamente com as atividades espirituais mencionadas - mesmo que a princípio sem vontade -  antes que sejamos atacados pelos "fungos do inimigo".

Mas ao contrário do que acontece no nosso organismo em que as altas temperaturas corpóreas, acima dos  41.7°C,  podem causar danos significativos aos  neurônios com o risco de afetar a meninge e causar a desnaturação* de proteínas (inclusive de enzimas) - o que é altamente perigoso - a nossa vida de fé será cada vez mais  saudável e frutífera quanto maior for a nossa "temperatura espiritual"!

"Se você fizer do Altíssimo o seu refúgio, nenhum mal o atingirá, 
desgraça alguma chegará à sua tenda. 
Salmos 91:9-10


* Desnaturação: Perda da estrutura tridimensional suficiente para causar perda de função. 





Nenhum comentário:

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

Related Posts with Thumbnails