segunda-feira, 3 de outubro de 2011

INDOMÁVEL BANDO DE ENTUSIASTAS*

Tiago, morto a pedradas

Pedro, André, Tiago-filho de Alfeu, Filipe, Simão, Bartolomeu Morreram crucificados;

Mateus e Tiago-filho de Zebedeu -  Foram mortos pela espada;
Tadeu  -  Foi morto a flechadas;

Tiago-irmão de Jesus - Foi apedrejado;

Tomé - Foi traspassado por uma lança;.
João foi o único dos doze que teve morte natural.
Todos eles foram torturados e flagelados antes de morrer, por causa de dois fatos:

1)  CRERAM NA RESSURREIÇÃO DE CRISTO
2)  CRERAM EM JESUS CRISTO COMO O FILHO DE DEUS.

 Podemos encontrar pessoas que morreram por causa de  mentiras que pensavam se tratar de  verdades. Mas "Seria difícil encontrar onze pessoas, na história, que estivessem dispostas a morrer em defesa de uma mentira sabendo que era uma mentira". Ora, se a ressurreição de Jesus não aconteceu, os discípulos sabiam disso. Portanto eles morreriam em defesa de  algo que sabiam ser uma mentira?

"Também a unanimidade de sua mensagem e linha de conduta era admirável...todos concordavam entre si acerca das verdades da ressurreição..."

O teólogo inglês Michael  Green faz a seguinte pergunta:
"Como foi que eles se transformaram , quase que da noite para o dia naquele indomável bando de entusiastas que enfrentaram oposições, cinismos e zombarias, dificuldades, prisão e morte, em tres continentes, ao pregarem, por toda a parte, Jesus e sua ressurreição?"

Blaise Pascal, o filósofo francês, escreveu:
"A alegação de que os apóstolos eram impostores é completamente absurda."


Simon Creenleaf, professor de Direito de Harvard, sobre as técnicas de como dobrar uma testemunha e descobrir se mente ou não,  concluiu a respeito dos apóstolos:
"Os anais do combate militar õ possuem um exemplo semelhante de constância heróica, dessa paciência e coragem inabalável. Eles tinham todos os motivos possíveis para fazerem um reexame cuidadoso de suas bases de fé, e das evidências dos grandes fatos e verdades que defendiam."

Concluo com a frase final de Josh McDowell  do capítulo  5 de seu livro MAIS QUE UM CARPINTEIRO:

"Os apóstolos passaram pelo teste da morte para provar a veracidade de suas afirmações. 
Creio e confio em seu testemunho, mais do que no de outras pessoas que conheço hoje,
 pessoas que não estão dispostas a atravessar uma rua para defender aquilo em que acreditam, quanto mais a morrer por isso."

Pedro, crucificado de cabeça para baixo


* Postagem baseada em passagens do capítulo 5 do livro MAIS QUE UM CARPINTEIRO





Nenhum comentário:

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

Related Posts with Thumbnails