segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Corpo ajustado ou desconjuntado?


"Dele todo o corpo, ajustado e unido pelo auxílio de todas as juntas, 
cresce e edifica-se a si mesmo em amor, na medida em que cada parte realiza a sua função." 
Ef 4.16










Em tempos de self service  podemos escolher em que shopping vamos comer e depois ainda escolher o restaurante e ainda podemos "personalizar" o prato, com os ingredientes e temperos preferidos, escolher entre várias opções de bebidas e formas  de pagamento. Tudo é rápido, esteticamente bonito, higiênico e feito para agradar o cliente e obter sua fidelidade, mas isso é também uma espécie de treinamento que nos tem ensinado a não saber  lidar com coisas que não nos agradam. Acredito que essa cultura da "satisfação garantida ou seu dinheiro de volta" é o que torna  tão normal  não gostarmos do que é diferente nos outros. Seria loucura admirarmos as diferenças!! Seria loucura acharmos que aquele "braço esquisito" ou que aqueles  "pés tortos" do corpo de Cristo talvez sejam essenciais à nossa vida e entender que assim mesmo, da forma como são  podem trazer cor e sabores novos a ela!


É loucura pensar que a força da igreja de Cristo esteja na união de tantas partes que parecem desconexas! Mas essas mesmas partes, que não admiramos ou que não aprovamos foram, assim como eu e você, criadas por Deus. Se pararmos para pensar vamos descobrir que o "fato de sermos tantos e tão diferentes uns dos outros, formando um povo coerente, seja mais grandioso do que se fôssemos todos semelhantes."

Diferentes uns dos outros como somos nós, os membros da mesma igreja,  temos todos a mesma esperança no mesmo Senhor, a mesma fé e o mesmo amor. Mas temos que nos esforçar para que seja também  "o mesmo obedecer, o mesmo deixar-se surpreender por um Deus tão grande, capaz de tanto amor e tão ansioso por nosso amadurecimento."

Vamos então,  meus irmãos em Cristo, "compreender que fomos chamados para sermos, juntos, filhos e irmãos", e que essa compreensão não seja apenas na mente, mas que vivamos como tal, transformando a compreensão em ação real, e passemos a admirar as diferenças!

"Ó Pai, guia-me nesta caminhada, para que descubra contigo, quem és, quem sou e qual a minha função no teu corpo. Que saiba ser filho teu e servir junto com meus irmãos, filhos teus!"

(Post  baseado em texto do devocional Orando em Família, volume 12, pg 305, 2010, editora Encontro)


Nenhum comentário:

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

Related Posts with Thumbnails