quinta-feira, 29 de setembro de 2011

OKTOBERFEST

Mês de outubro é sinônimo de OKTOBERFEST 
na linda e querida cidade de Blumenau!!!


Mas não se iluda...

___________________________________________
Maria Isabel Sáenz de Zumarán Medeiros

Festa da Alegria, das flores, das mulheres bonitas em lindos trajes típicos, da culinária e da música alemã.
Concordo. É mesmo uma festa alegre!

Mas a alegria de verdade mesmo é ...
  • Dos  fabricantes de cerveja, de vodka de cachaça.
  • Dos traficantes de drogas.
  • Dos políticos sorridentes e de olhos vermelhos que posam para as fotos ao lado das esposas vestidas de Fridda.
  • Dos donos de farmácia,  que vendem todo o estoque de camisinhas e epoclair.
  • Dos donos de hotéis, motéis, agências de turismo, restaurantes e lanchonetes que faturam horrores nesses oito dias de...festa.
  • Dos vendedores de tantos "souvenirs":  chapéu tirolês, tiaras floridas, canecas vistosas e camisetas com frases de apologia ao sexo "livre" e ao uso - e abuso -  do álcool.

Fora essa "alegria", a Oktoberfest é na  verdade a "Anti-Festa da Alegria", porque nela e por causa dela acontece...
  • .Sofrimentos dos jovens feridos que apanharam e/ou bateram durante a "festa"
  • Tristeza das famílias dos que dão entrada nos hospitais com coma alcóolica, e dos 
  • Pais dos que ali  usam  ou aprendem a usar drogas  livremente, nas tantas casas  alugadas para  10, 20 jovens que vem de fora -> moças e rapazes sujeitos a uma overdose nessa..."festa" da alegria.
  • traumas de  mocinhas  violentadas por "amigos" enlouquecidos pelo álcool e drogas.
  • Angústia e dor por causa de alegres festeiros que terminam a "festa"  feridos, presos ou mortos.
  • Problemas para os comerciantes que tem  mercadorias  roubadas e  vitrines quebradas por vândalos de outras cidades, que não tendo nada a perder diante do anonimato da..."festa", destroem o que encontram pela frente.
  • Dor-de-cabeça para os moradores pacatos, que não conseguem dormir por causa de arruaceiros bêbados e drogados que gritam e cantam  madrugada adentro,  pelas ruas da cidade, tanto no centro - lugar da ..."festa", como nos bairros, onde moram ou se hospedam.
  • Incômodo para estudantes e trabalhadores que saem cedo de casa e  suportam o odor de urina dos muros e calçadas.
  •  Acidentes de trânsito causados por embriagues
  • Hospitais lotados.
  • Delegacias cheias.

Histórias que a  imprensa não conta. Não pega bem...
Quem conta são os moradores da cidade que vêem e ouvem, como eu também, vi e ouvi.
Vi porque morei ali oito anos.
Ouvi  porque ouvia  histórias no balcão da minha loja, contada pelo parente do fulando que está internado,
pelo colega do ciclano que apanhou de um desconhecido, pelo vizinho do rapaz que morreu na festa, pela garota que estava lá e assistiu a briga toda.


Pavilhão na Vila Germânica

Desfile de rua. Alegre não? Enquanto isso, nos hospitais e delegacias, a história é outra.

Banda Cavalinho - animando a galera que se acotovela nos pavilhões

Rainha e princesas da Oktoberfest

Beber, beber, beber, beber... 8 dias bebendo TOODAS.

Centopéia (a cada ano acrescenta-se um carrinho)
Concurso Chopp de Metro (quem bebe mais é o vencedor. O cara sai torto...mas ganha o  prëmio.
Esta camiseta é uma das poucas "publicáveis".
Haja criatividade para promover o que não presta!

Turistas loucos por um souvenir, fazendo a alegria de alguns, enquanto outros...
Vila Germânica. Fora os dias de "festa", vale a pena visitar. É realmente muito bonita.


OKTOBERFEST.
Festa da Alegria????

 SAI FORA DESSA!
Ou melhor...nem entra.


"Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai."
Filipenses 4:8


Nenhum comentário:

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

Related Posts with Thumbnails