quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Homem inteligente evita bate-boca!




Num encontro de casais da igreja, ouvi um jovem rapaz casado dizer que já que  Deus estabeleceu  papéis diferentes ao homem e à mulher ele não concordava com essa de que o homem tem que ajudar sua esposa no serviço doméstico, e por isso  não fazia nada em casa! Disse que já cumpria o seu papel trabalhando  para o sustento do lar. "Puxa vida - pensei - coitada dessa esposa!"

O que o jovem rapaz não sabe é que uma coisa não exclui a outra! O  marido  deve ser sensível  e perceber que há momentos - praticamente todos os dias, eu diria -  em que as tarefas domésticas se acumulam por diversas razões, e ele terá sim que arregaçar as mangas mesmo que já tenha cumprido seu papel no trabalho tem que  fazer "hora extra" em casa!

São tantas  coisinhas que surgem sem aviso, ora atrasando o almoço, ora  alterando a rotina, ora tirando o sossego de uma mãe (e os filhos são bons nisso!) que a ajuda do marido será um bálsamo no dia atribulado da esposa e ela não ficará ainda mais irritada ou cansada  física e emocionalmente,  ainda mais se ela também trabalha fora.  Veja só quantas coisas podem virar do avesso o dia-a-dia de uma dona-de-casa:
  • Um filho adoece;
  • Visitas inesperadas chegam;
  • Agentes de Saúde aparecem para vistoriar a casa;
  • A  máquina de lavar transborda enchendo a cozinha de espuma; 
  •  Uma enxaqueca daquelas obriga a uma parada;
  • Uma vizinha pede um favor nem tão rápido assim;
  • A diarista falta;
  • A sogra chega com uma cesta de frutas que trouxe do sítio... e aproveita para um papinho;
  • Uma looonga, difícil e urgente conversa com o filho adolescente toma um par de horas;
  •  O carro não pega  na hora de levar as crianças para a escola;
  • A chave de casa  desaparece  bem na hora de sair para a consulta no pediatra;
  • O filhinho  vomita no banco traseiro do carro na volta do supermercado (o porta-malas está cheio de compras para serem guardadas);
  • O garoto do vizinho pede para procurar a bola que caiu no quintal;
  • O técnico da geladeira fala pelos cotovelos e nunca que vai embora...
  • O Totó não aparece em lugar nenhum (tem cadela no cio pela vizinhança, aposto!)
...São tantos os imprevistos que aparecem ao longo do dia... e saibam: eles nunca vem sozinhos!

Como pode ser que maridos como aquele rapaz  achem justo que mesmo depois de um dia difícil, sua esposa ainda  tenha que guardar os brinquedos espalhados no tapete, molhar as plantas e  pendurar  as roupas no varal enquanto ele tira seus sapatos e  "fica de boinha" na frente da TV  esperando pelo jantar que ela ainda tem que preparar??

Queridos homens, prestem atenção nisto aqui:

 Um casamento  lindo e feliz  é como um time de futebol que para alcançar a vitória, mesmo que cada um tenha sua posição definida em campo pelo técnico, todos os jogadores  devem se envolver no esforço de marcar o gol!  Acaso vocês se esquecem que a defesa pode também correr para o ataque com a bola no pé e fazer o gol da vitória? Ou que o atacante pode defender o time cabeceando a bola  perigosa para bem longe do gol? Pois então, sejam parceiros e verão quantos  benefícios para o casamento e para a  família toda virão dessa atitude!

"Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. 
Porque, se caírem, um levanta o companheiro."
Ec 4.9-10

Em tempo: Ainda bem que o Osmar (meu maridão)  nunca prefere o sofá!!! HAHAHAHA!! Boa essa...

Um comentário:

Ju Alvarez disse...

Demais! Parabéns pelo post!

Obrigada por compartilhar coisas tão lindas e tão gostosas de ler e de sentir!!!

Bjos

Ju Alvarez

http://dotipoatrevida.blogspot.com
tw>@jusalvarez

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

Related Posts with Thumbnails