quinta-feira, 5 de maio de 2011

QUEM É QUE MANDA NA TUA CASA?


Certo homem morreu e foi para o céu. Na ante-sala do céu  S.Pedro fez-lhe algumas perguntas e o mandou para um guichê onde havia uma enoooorme fila de homens. A placa sobre o guichê dizia: 

HOMENS CUJAS ESPOSAS MANDAM EM CASA. 

Ao lado desse guichê havia outro com a seguinte placa:

HOMENS QUE MANDAM EM CASA

Nele, um único homem aguardava para ser atendido.
Toooodos os homens da enorme  fila conversavam curiosos para saber como foi que aquele sujeito conseguiu mandar na própria casa, até que um deles se ofereceu para ir até lá e perguntar:

-Escuta aqui, meu amigo - disse ele. Está vendo o tamanho da fila ao lado? Pois é, ali  TODOS  os homens obedeciam ordens de suas esposas, e você aqui, sozinho nesta fila!! Nós estamos curiosos para saber como foi que você conseguiu tamanha façanha: mandar em casa! Conta para gente qual foi o seu segredo para vir parar neste guichê?

Ao que o homem respondeu:

-Olha, foi bem fácil sabe. Minha mulher, que está naquela fila lá - e apontou para uma fila enorme de mulheres - foi quem me disse, assim que passamos pela portaria do céu: "Olha aqui, Zé, vai  e fica naquele guichê ali   onde está escrito: HOMENS QUE MANDAM EM CASA!
E quando ela manda...eu obedeço!!

                            --------------------

Se é assim que as coisas funcionam  em teu casamento...tsk, tsk, tsk... não é do jeito que Deus planejou não!!
Ele planejou o lar para que o marido fosse "o cabeça" do casal e a mulher fosse sua auxiliadora. Não seu capacho ou sua serviçal, mas sua auxiliadora, para andar a seu lado. Nem na frente, e nem atrás do esposo,  mas a seu lado!  Tanto é assim, que no relato bíblico de Gênesis, Deus faz a mulher a partir de uma das costelas (do lado) de Adão!

Acontece que, prevendo os impasses que surgem entre os casais de vez em quando,  Deus oferece uma alternativa para que estes sejam solucionados,  evitando assim que o casamento seja destruído em função de discussões violentas ou de mágoas acumuladas ao longo dos anos  devido às situações mal resolvidas.

Responda sinceramente como é que você e seu cônjuge resolvem esses impasses:  Decidem quem será o vitorioso através de brigas? De ofensas? De agressão física? Humilhando o cônjuge? Fazendo chantagens? Usando quem sabe até mais de um desses meios até que finalmente o "mais forte" vença?

Nesses casos a sabedoria de Deus diz que para resolver conflitos no casamento cabe à  mulher ceder. Ela é que deve se "'submeter", (se render), e não o marido, a menos que ele decida abrir mão de sua vontade a favor da vontade da esposa em amor!

Calma, não tire conclusões ainda, deixe a mente aberta  para o que vai ler a seguir:
Imagine uma situação como esta: A esposa deseja se mudar para um apartamento no centro da cidade  e o marido quer  continuar morando no bairro afastado. Ambos argumentarão a favor de suas preferências, mas se não houver acordo, se no final nenhum dos dois convenceu o outro com todos os seus argumentos, qual seria a solução pacífica para a questão?  Difícel, não é? Mas não é difícil se for usado o sistema divino:  um dos dois deverá ceder  para que haja paz no casamento, certo?  Então, de acordo com o princípio bíblico para que a paz continue reinando no lar... a mulher é a que deve ceder!!

Ficou chocado? Mas por que o espanto, sendo que de qualquer forma alguém teria que ceder? Não, não precisa ficar assim não, porque não há nisso nenhuma conotação "machista" no sentido pejorativo da palavra,  porque segundo a Bíblia a submissão da mulher  não a diminui em nada perante o marido, ao contrário! Acompanhe este raciocínio: O marido, se é um homem segundo o coração de Deus, saberá honrar sua esposa por sua atitude ao ceder e certamente buscará recompensá-la de sua perda através de atitudes de amor para com ela! E que mulher não fica feliz ao se sentir amada e valorizada pelo marido? Que esposa não se alegra quando recebe um gesto de gratidão do esposo, quem sabe até cedendo a seu favor com alegria da próxima vez que houver um  novo impasse? A própria Bíblia garante: "Assim também os maridos devem amar as suas mulheres como a seus próprios corpos. Quem ama a sua esposa, a si mesmo se ama." (Ef 5.28)

Mas antes que você pense que a bíblia é injusta para com as mulheres, veja que essa função de liderança do marido sobre a mulher não se refere apenas a privilégios, como parece sugerir a expressão "o cabeça".  Se refere também às responsabilidades, e um exemplo disso é que cabe ao marido e não à esposa,  o papel de  provedor e protetor do lar. A ela cabem a condução da organização da casa e da educação dos filhos, o que não a impede de se realizar e colaborar com o orçamento exercendo alguma atividade profissional!

Jesus afirmou a igualdade entre homens e mulheres em 1 Pe 3.7 (abaixo) e apresentou o plano de Deus para os diferentes papéis do casal, como medida de proteção para o próprio casamento, evitando assim abusos de ambas as partes.

Veja o que a Bíblia diz no livro de Efésios 5.22-29 aqui

 Entender esse princípio  e aplicá-lo ao casamento é viver na sabedoria do Senhor!
E casamento construído na sabedoria do Senhor, é garantia de casamento feliz, para a vida toda!!


* 1 Pe 3.7 
 Maridos, vós igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com  a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações." (grifo meu)


3 comentários:

Sandra Portugal disse...

Gostei bastante de sua análise! Vim te visitar e virei sua seguidora! bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

Dc disse...

eu acho totalmente errado, quem exatamente disse que deus mando isso? se fosse assim porque deus deixo ter várias presidentes? antigamente a força bruta éa que dominava por isso que maridos mandavão na casa e não ao contrário, hoje em dia ambos os lados tem direitos iguais no caso da casa ou apertamento deveriam sentar e ver qual seria o melhor se o homem ver que a melhor ideia seria morar no ape, porque não? isso não o faria menos homem ou algo assim, até porque ninguem sabe se deus tem forma e se tem é masculina?.

Simples Assim! disse...

Dc... Direitos civis iguais são indiscutíveis. Mas papéis iguais no casamento é diferente de direitos iguais na sociedade civil. E não é desses direitos (igualdade social, direito de opinião, liberdade de ir e vir,direitos trabalhistas, etc.) que trata o texto. O texto trata dos diferentes papéis no lar (papéis que são indiscutíveis também, só que a sociedade pós-moderna está tentando eliminar pois confunde ambos os papéis do ser humano papéis dos cônjuges no casamento. Homens sempre serão homens e mulheres sempre serão mulheres. Maridos sempre serão maridos e esposas sempre serão esposas(ou deveriam ser ao menos, para que tivessemos uma sociedade mais harmoniosa e feliz!. Se você ler novamente, verá que me referi apenas a impasses, situações nas quais não se chegou a um consenso entre o casal, em situações em que o marido ou a esposa decidem não abrir mão de seus pontos de vista, não importa quais sejam os argumentos do outro. Nesse caso, e para o bem da família, Deus orienta que a mulher seja a que deve abrir mão e ceder em benefício do próprio casamento. Quando se ama, ceder não é sinônimo de derrota, e sim de vitória! Como se diz hoje em dia: Ceder é para os fortes! hehe... Ao marido, cuja esposa cedeu a seu favor, cabe reconhecer o que a esposa fez em nome do amor conjugal, e retribuir em ocasião oportuna tamanha abnegação. O marido, segundo a Bìblia,tem inúmeros deveres dentro do lar, ao contrário da esposa. A ele Deus pede que a ame como a si mesmo! Imagine que lindo um casamento onde o homem ama a sua esposa e faz por ela tudo o que gostaria que lhe fosse feito! E não, não é desonra alguma o homem que cede. Não há problema algum se fizer isso, desde que não se sinta aviltado ou humilhado.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

Related Posts with Thumbnails