sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

NÃO É O QUE PARECE.





Gosto de fazer bonito para os outros, impressionar a "platéia" e assim conseguir vantagens. Então faço uma porção de coisas que me levam a isso:
















  • Participo de algum trabalho voluntário em alguma comunidade carente (mas na real não nutro amor por essa gente);
  • Entrego boas quantias a entidades beneficientes (porque terei reconhecimento por minha generosidade);
  • Nos  cultos canto bonito, ergo minhas mãos no momento apropriado e faço as orações de olhos fechados  e expressão contrita! (mas meus pensamentos estão longe de Deus).
  • Pareço ser muito meiga devido à  minha  fala mansa, muitas vezes até com uma voz de falsete; 
  • Todos pensam que sou muito espiritual já que recito versículos, posto músicas gospel nas redes sociais, comento passagens bíblicas em qualquer situação.
______________________________________________________________
Maria Isabel Sáenz de Zumarán Medeiros


Mas entre quatro paredes...  aí é outra história! Sou  agressiva, cínica, falo mal dos amigos, invento mentiras, humilho as pessoas, faço o que me dá na telha!!

Vixxi...já pensou se essa fosse a minha  descrição? Ou a tua? Como ficariam aquelas nossas belas atitudes, que até produzem coisas boas muitas vezes, é verdade, mas... que não tem nenhum valor eterno? Ah, não, não tem nenhum valor para Deus! São atitudes vãs. Inúteis até, espiritualmente falando. Deus nem vai se importar com elas, por mais e melhor que  façamos aos olhos do mundo. É duro, mas é a pura verdade.

É claro que, até mesmo aqueles de coração sincero,  dão lá seus  "escorregões" mesmo que não queiram, imperfeitos que são como todo mundo! Eu bem sei disso, pois dou meus "escorregões" também, mas,  se  tivermos um coração sincero, íntegro e que sabe amar de verdade, reconheceremos  logo nosso  erro e, arrependidos,  pediremos  perdão a Deus pela atitude hipócrita, pois ela não combinaria  com o propósito de nossas vidas e nos esforçaremos para não cair no mesmo erro outra vez, porque aquele QUE  É - e não apenas PARECE SER - não consegue viver uma farsa. 

"Mas, como conseguir essa  façanha quando reconheço que há hipocrisia em mim?" Você pode perguntar -  "Como deixar de apenas PARECER SER e passar a SER de verdade? Isso é possível?"

SIM! Graças a Deus isso é possível. Mas só há um jeito de transformar uma vida falsa em uma vida verdadeira, transparente, que reflete o Jesus que habita em nós: depois de  arrepender-se da  vida hipócrita que tem levado, faça   como  o apóstolo Paulo fez -  imite a Jesus e aprenda com Ele,  o Mestre,  e então  uma mente e um coração 100%  transformados surgirão e farão de você de uma pessoa  que PARECE SER  o que NÃO É em alguém QUE PARECE SER O QUE É DE VERDADE!   

Sede meus imitadores, como eu sou de Cristo.
Foi o que disse o apóstolo Paulo em  I Cor 11.1





Nenhum comentário:

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

Related Posts with Thumbnails