quarta-feira, 25 de agosto de 2010

MAIS QUE UM CARPINTEIRO


Mais que um Carpinteiro Autor: Josh McDowell

Josh McDowell pensava que os crentes eram todos "loucos". Ele os depreciava; discutia com eles, argumentando contra sua fé.
Mas, eventualmente, descobriu que tais argumentos não tinham consistência.
Jesus Cristo realmente era Deus encarnado. Josh tornou-se um pregador nos meios universitários, desafiando à fé aqueles que eram tão céticos como ele próprio o fôra.

Em "Mais que um Carpinteiro", Josh focaliza a pessoa que transformou sua vida – Jesus Cristo. Trata-se de uma obra de cunho prático, para pessoas que estão duvidosas com relação à divindade de Cristo, sua ressurreição, ou suas exigências sobre elas.
________________________________________________________________

Li este pequeno livro (formato de bolso) e fiquei mais apaixonada por Jesus. Não é possível que alguém negue sua divindade diante das transformações que provocou  em sua época, como provoca até hoje, não apenas na vida da pessoa que O reconhece como Senhor, mas também nas comunidades que se unem em torno de Seu nome e nas sociedades que seguem  Seus ensinamentos!

Somente  "cegos espirituais" poderiam negar as evidências!

Veja alguns trechos:

"...por que nomes como Buda, Maomé ou Confúcio não "agridem" as pessoas? A razão é que esses outros homens não declararam que eram Deus, e Jesus o fez."

"O emprego desse título (Cristo - que significa O Ungido) fala de dois cargos: rei e sacerdote.... Jesus é o prometido sacerdote e rei das profecias do Antigo Testamento. Essa apresentação é ponto vital para a compreensão de Jesus e do cristianismo."

"Um caráter tão original, completo, tão uniformemente consistente e perfeito, tão humano, e ao mesmo tempo tão superior a todas as grandezas humanas, não pode ser fraude nem ficcão.  Nesse caso, como bem dissse alguém, o poeta seria superior ao seu herói.  Seria preciso mais que um Jesus para criar um Jesus."

"Se Ele fosse louco, o equilíbrio e a compostura que sempre demonstrou teriam sido admiráveis."
A sutileza e a profundidade de seus ensinos defendem antes, a hipótese de uma total clareza de mente."

Entre outros, oautor  aborda também estes assuntos:
  • Senhor, mistificador ou maluco?
  • E a ciência?
  • Serão dignos de créditos os escritos bíblicos? 
  • Quem morreria em defesa de uma mentira?
Leia "MAIS QUE UM CARPINTEIRO". Eu recomendo!!

Maria Isabel Sáenz de Zumarán Medeiros


    Nenhum comentário:

    VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

    Related Posts with Thumbnails