segunda-feira, 4 de outubro de 2010

PIRRAÇA NO CASAMENTO

Se há uma coisa que os casais sabem fazer, essa coisa é pirraça. E pirraça é veneno para o casamento!



__________________________________________________________________
Maria Isabel Sáenz de Zumarán Medeiros


Convenhamos, pirraça é veneno para qualquer relacionamento, mas no casamento... faz um estrago  danado! Se um dos cônjuges diz ou faz  alguma coisa que magoa o outro, lá vem  retaliações que podem tanto ser bem sutis como abertamente declaradas. É ou não é assim? 

Na história fictícia abaixo vemos como a coisa acontece:

 Luis  chega mais tarde do que o normal em casa, dá um "beijinho" na esposa, que nem pode ser chamado de beijo,  e vai logo para o quarto trocar de roupa ou se livrar dos sapatos . De lá pergunta bem alto: "Ô Ana, o que é que tem para comer?". Depois aparece na cozinha mexendo no celular em busca de novos recados, toma uma água, senta-se e fica  respondendo as mensagens recebidas enquanto espera pela janta.  A esposa tira do microondas o prato quentinho, coloca na mesa junto com o suco, dá uma ordem aos filhos que estão brigando na sala e, se jogando exausta em uma cadeira em frente ao marido, pergunta:

- E então, Luis, tá tudo certo?
- Tudo! Tudo certinho. - diz ele
- Que bom. Viu? Hoje meu irmão ligou dizendo que vem  prá cá no domingo e quer nos fazer uma visita.
- Ããã... ok... diz ele enfiando um pedaço de carne na boca.
(silêncio)
Ela tenta mais uma vez:
- Você  tinha que ver a confusão que aconteceu hoje na loja, Luis!  Uma cliente ficou zangada com a ...
Ele a interrompe bruscamente.
- Escuta Ana, não estou com cabeça para escutar todas essas histórias da loja. Pô! Parece que você não sabe falar de outra coisa? Dá um tempo!

Chateada ela se  levanta  e vai arrumar as crianças para dormir. O marido fica na cozinha assistindo o noticiário, enquanto a esposa depois de ter colocado as crianças na cama,  toma um banho. Ela se deita, apaga a luz e "finge dormir", remoendo a raiva que sente, imaginando as coisas horríveis que vai dizer em troca de toda aquela indiferença, que se repete quase que diariamente.

A partir de então seguem-se  dias de pequenas "patadinhas" (pirraças), pois afinal, "ele vai ter que se tocar e pedir desculpas"! O marido, por sua vez não entende o porquê das ofensas, indiretas e frieza, e reage devolvendo as provocações. O clima tenso piora quando  algum fato novo - e nos casamentos fatos novos sempre acontecem! os deixa mais irritados ainda. Gritos,  portas batendo, ofensas, acusações e lágrimas!

Como isso irá terminar? Em Separação?
Será que haverá uma reconciliação sincera com pedidos de perdão de ambos os lados?
Será que o casal vai "passar por cima" e continuar a vida fingindo fingindo que nada aconteceu?

Se não fosse a pirraça da Ana,  tudo teria sido evitado.  Sua atitude em resposta à indiferença do marido deixou grave uma situação que  poderia ter sido contornada de um jeito  diferente: um afago nas costas, um gracejo qualquer ou uma pergunta delicada sobre a razão do desligamento dele,  poderiam ter quebrado aquela sequencia de atitudes frias do Luis. E se nada disso funcionasse ela bem que poderia tê-lo chamado para o quarto depois do noticiário, dar-lhe um boa-noite carinhoso e no dia seguinte tudo voltaria ao normal. O Luis teria se sentido acolhido pela esposa, mesmo que tenha sido frio anteriormente e talvez decide-se melhor suas atitudes para com ela.

Pirraça não resolve nada ao contrário, só piora as coisas. Saber interromper no início qualquer sentimento de vingança ou de provocação que nascem primeiro na mente e depois vão tomando conta do coração, é usar de sabedoria, é cuidar do amor.  E é bem alí no  centro das emoções que chamamos de coração, que  esses sentimentos crescem, e  vingançazinhas vão sendo tramadas para  causar uma mágoa no outro ainda  maior  do que a mágoa sofrida.

Esqueça a pirraça! Quando a mágoa chegar se recuse a seguir os desejos do coração ferido e siga o desejo do coração de Deus:  pratique as virtudes da paciência,  tolerância e perdão e seu casamento será  sempre abençoado!


"Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias. São essas coisas que contaminam o homem."
Mt 15:19-20a

.

Nenhum comentário:

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DISTO:

Related Posts with Thumbnails